domingo, 4 de janeiro de 2009

O tal do amor

As vezes, parece que todas as coisas tem uma explicação. Que se aconteceram daquela maneira é porque tinha que ser.
Acredito que todo mundo já sofreu uma desilusão amorosa. E eu não estou livre disso.
Um dia eu encontrei alguém que me disse as coisas que eu queria ouvir. Que me fez sentir alguém importante e especial. Posso dizer que passei momentos incomparáveis enquanto aquele sentimento bonito estava em mim, e nele. Não sei ao certo o que ele sentia, nem porque me disse todas as coisas que disse, mas eu fui feliz.
Aquelas sensações me fizeram saber como era se sentir desejada, mas da maneira mais suave que poderia ser.
E então, as coisas fugiram do meu controle, ele não me amava do jeito que eu achei que amasse. Não, eu não era correspondida. Todos os planos que fiz, e esperanças que depositei pareciam desabar. Ele estava me ignorando. Em meio as lágrimas eu fui me deixando corroer, pensando em toda a mentira que vivi.
A verdade era que eu não conseguiria suportar a idéia de que tinha acabado. Que eu não tinha sido capaz de manter o sentimento, então me apeguei à idéia de que nada foi real. Que todas as palavras ditas por ele, eram mentiras contadas pra conseguir atingir o objetivo, e que ele não passava de um maníaco destruidor de corações.
Como o esperado, fiz dele um monstro e continuei a minha vida. Os meus romances. Enquanto a ferida de ser largada cicatrizava, eu resolvi me entregar, viver um novo amor. O antigo parece ter sentido que estava me perdendo de vez, e mais do que depressa veio ao meu encontro. Com palavras mais doces do que as primeiras. Com um discurso de que precisava de mim, que eu o faria feliz. Infelizmente eu acreditei, mesmo sem me deixar levar, e sem voltar pra ele, eu acreditei.
Aquele sentimento tomava conta de mim, e tudo o que eu fazia era lamentar. Eu não corri atrás dele dizendo que precisava dele ao meu lado, não pedi pra ele ficar, nem contei o quanto ele me inspirava. Deixei-o partir. E ele foi, pra bem longe do meu coração.
(continua...)
------------

Mais selos gentee \o/

Ganhei esse daqui da Kellen, amiiga, brigada meeesmo! ^^

E esses outros do Max







---------

Eu pretendo fazer, logo logo um post sobre o titulo do blog, mas pra esclarecer, eu realmente gosto de suco de limão com couve!

Beeeijo
;@@@

30 comentários:

  1. me indentifiquei tanto com o post, mas tanto, de um jeito que eu posso dizer que vc contou toda a minha vida amorosa inexistente! hahaha isso aconteceu com você, ou foi so pro post mesmo?
    adorei de verdade! voltarei ;)
    como assim, suco de limão com couve? cada doidera! hahaha
    beijoss

    ResponderExcluir
  2. Achei limão com couve tudo de bom...
    Seu blog é óóótemo!
    Eu me identifiquei com o post tmb! É verdade, td mundo uma vez na vida sofre uma desilusão. Você descreveu muuito bem o q acontece, como a gente se sente.
    E q bom q vc deixou ele viver a vida dele.
    Eu penso o seguinte:
    Fez bem pra mim- Estou aderindo.
    Não fez- tô fora

    E esse pensamento nem sempre bate com as minhas vontades... por exemplo, amar um garoto q não me leva a nada não é o melhor pra mim.

    Mas como eu queria estar do lado dele...

    Ah é!
    Tmb entendo como é td mundo perguntando o nome do seu blog...kkk

    ResponderExcluir
  3. Obs: Desculpa pelo coment gigante, meus dedos conectaram-se aos neurônios e eu não pude editar.

    ResponderExcluir
  4. Ah... O tal do amor...
    Putz... vou nem comentar sobre ele...
    Porque na verdade, ele me faz tão bem, é a minha unica felicidade real, e ao mesmo tempo, me mata.


    Eu tambem amo suco de limão com couve... *.*

    ResponderExcluir
  5. Que bom que você abe que todos já passaram por isso... não vejo isso como um erro... sei lá... se errando é que se aprende você está apredendo muito, mas, não faça do amor uma ilusão, pois, a outra pessoa pode até não ter vivido o amor que agente imaginava q ela vivia mas, se agente viveu este amor, ele é real, mas, as vezes amar não é tudo ai é melhor aguentar a dor e sair fora...

    bjxxx
    hj vo dormir!

    ResponderExcluir
  6. passa tudo passa...
    as vezes da vontade de não conhcer maisninguém e viver sozinha...pq desiluções nos quebram.....


    mais como ja dizia a musica vamos cantar e viver....heheh !! xero foix e tudo de bom em 2009!

    ResponderExcluir
  7. Oie..
    Há amiga q bom q vc gostou do selinho,fico feliz!
    ;)

    Há o amor!
    Nossa seu texto relatou exatamente tudo q senti e vivi a um tempo atrás.
    Essas desilusões nos deixam super mal.
    O pior e depois ter q seguir em frente,em busca de um novo amor,e aí vem o medo de q tudo isso possa acontecer de novo!

    Depois de ler seu post,me lembrei de uma frase:
    "O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter coragem de ir colhê-la à beira de um precipício".
    Sthendal


    Acho q essa frase explica pq o amor nos faz sofrer e tbm nos faz tão bem!

    A me add no MSN!
    Vou te mandar o convite aí vc acita,lá..
    oks?!


    bjoo
    Bom fds;)

    ResponderExcluir
  8. Eu vi o video, é meio estranho ouvir a música em portugues, mas eu gostei x)

    Sobre o post, eu já passei por isso, de um dia descobrir que tudo que você viveu era uma mentira. É horrivel ;/
    Mas, nada como um amor para curar outro né ;)

    E parabéns pelos selinhos x)

    Beijoos ;**

    ResponderExcluir
  9. Bom gatinha, sobre limão com couve eu prefiro a salada, sobre seu post eu sou suspeito pra falar pois não acredito neste tal de amor, e não acredito exatamenet por causa dos motivos que voce descreveu, uma hora a pessoa esta completamnete louca por voce, voce é tudo para ela, de repente ela te esquece, por isto eu não acredito que existe amor, pois amor não se acaba, nãos e termina, mas torço para que voce supere e não fica encanada com o serzinho que te fez isto, azar o dele, não sabe o que tá perdendo, bjus gata e fica com Deus

    ResponderExcluir
  10. Homens são cruéis mesmo, isso é fato. O que realmente temos que fazer é provar a eles que somos melhores! =)

    Fico feliz que tenha gostado do post, espero que você siga uma das dicas! Eu já diminui a comida (é o jeito mais fácil de não sofrer), e não se preocupe que você não é a unica a comer demais nessa época!

    =)


    BeijO*

    ResponderExcluir
  11. Adoreii o post.
    Ilusão amorosa...
    Isoo dóoiii... só quem já sofreu é que sab.
    E eu já sofri desse mal. Mas como magica, no mesmo tempo em que eu me machucava com esse amor não correspondido mal percibi que um verdadeiro amor estava nascendo.
    E dessa vez, creio eu, que não é uma ilusão, nem um sonho, ams sim uma realidade sendo vivida.

    Nuus, me inspirei com o seu post .. rsrsrs

    Beijooos
    e até o próximo post.

    ( Lêe Oliveira: oleeh.blogspot.com )

    ResponderExcluir
  12. hmmm.. eu aprendi a fazer suco de limão na 1ª serie, e me lembro q gostei muito, infelizmente nunca mais tomei, se tomei, nem lembro.. agora couve.. uuurgh =/
    /o/ posta logo, qro saber tudo da historia.

    ResponderExcluir
  13. Flôor, tem selinho pra você lá no blog!

    ResponderExcluir
  14. partir e não repartir.

    ...construa pontes em vezes de muros...alt+3 ;)

    ResponderExcluir
  15. baby uma boa semana e obrigado pelo carinho para com meu blog, bjus

    ResponderExcluir
  16. ai que merda.
    isso aconteceu comigo.

    ResponderExcluir
  17. seu post me chamou a atenção....a decisão de deixarmos parti algo que amamos, já é uma decisão corajosa.

    ResponderExcluir
  18. Post indooo...tambem me indentifiquei, o blog ta superr fofo como sempre,e os selinhos nada mais que merecido ne??seu blog arrasaaaaa!!
    Bjinhusss*-*/

    ResponderExcluir
  19. selinhos super merecidos!
    é o tal do amor, mesmo,né?? fazer o q...
    a vida é assim mesmo.
    bjss

    ResponderExcluir
  20. Em assuntos do coração eu não quero nem falar ... o meu anda tão quebrado...

    ResponderExcluir
  21. Perfeito..juro quase chorei!
    Tá lindoo!
    você soube usar as palavras certas pra escrever uma história,queroo a continuação!
    Haa e essa parte de deixar ir..se vc acha q fale a pena deixar ir,então deixe..mas se em algum momento a sua vontade foi ter de vokta tbém não tenha medo..vale a pena lutar e tentar..sempre vale!

    ResponderExcluir
  22. eeeh todas as coisas tem explicações!!
    axo q menoos o amor kkkkk

    ResponderExcluir
  23. Felicidade é mesmo um estado de espirito e é como se fosse um brinde do amor,como se o amor fosse um pacote que viesse acompanhado de felicidade e esse pacote quem trás muitas vezes são PESSOAS,com seus direitos,o de ir e vir,de entrar e sair de nossas vidas ;

    bjks :*
    Nah

    ResponderExcluir
  24. Seu Blog se identificou cmgo, ou fui eu quem se identificou com ele (?)...
    Ah, como é complicado! Nós vivemos numa situação onde duvidamos de tudo o que foi vivido, das supostas mentiras que podem ter sido ditas...

    Comecei a acompanhar seu blog!

    Amei!
    Beijo

    ResponderExcluir
  25. cada hora te adoro mais menininha, bjus

    ResponderExcluir
  26. desilusão amorosa! todo mundo ja teve no minimo um, e provavelmente tera outros, mas prefiro q eu esteja errado. E outra coisa, dar uma raiva quando vc ler tudo, e chega no final e ver "continua", ta certo entaum...^^
    beijo!

    ResponderExcluir
  27. Eu me indentifiquei muito com essa parte
    (...)E então, as coisas fugiram do meu controle, ele não me amava do jeito que eu achei que amasse. Não, eu não era correspondida. Todos os planos que fiz, e esperanças que depositei pareciam desabar.

    sei bem o que é isso :(

    ResponderExcluir
  28. (...)O máximo que fiz foi sussurrar no meu quarto, a noite, que ele dormisse bem.
    Ao observá-lo a distância pude sorrir pelas suas conquistas, só eu sei o quanto fiquei feliz em vê-lo passar na faculdade que desejava. O que sorri em saber que ele não iria pra mais longe.

    oin *-*

    ResponderExcluir
  29. PÉ NA PORTA:
    Pois é, esse tal sotaque é meio complicado, pois o sotaque gaúcho não é o que passa na Globo...

    Malhação:
    Como já conferi todas as temporadas de Malhação, acho que psso afirmar que sempre foi uma m..., como qualquer novela.

    ótimo texto, comento na continuação.

    ResponderExcluir