sábado, 5 de julho de 2008

Esse negócio de sonhar, viajar e ficar imaginando coisas que nunca vão acontecer me pegou de jeito essa semana. Assisti One Tree Hill(como sempre) e acreditem ou não, fiquei horas pensando em como seria passar um dia inteiro com o Chad Michael Murray. É, não vai acontecer, mesmo porque ele mora longe, é mais velho e não adiantaria em nada. Mas não é bem das minhas viagens que eu resolvi falar hoje, e sim de quantas vezes a gente perde tempo, criando um modelo de cara perfeito, que sinceramente não sei se existe.
Muitas estão em busca daquele cara bonito e sarado, que saia desfilando pelo shopping, aquele popular, e que causaria aquela inveja; mas eu não sou assim, confesso que aqueles magros, inteligentes e não tão populares me agradam mais.
Parece óbvio, mas escolher os bonitos e sarados, só me dariam garotos bonitos e sarados, e o que eu busco na verdade é um garoto engraçado, bobo, que me faça feliz! Sim, aquele com um conteúdo maravilhoso, e quando eu encontrar um desses, não quero me preocupar se a embalagem é tão linda quanto as que aparecem na tv.
Também é inevitável pensar no que leva garotas aparentemente incríveis buscar garotos superficiais, e logo me vem a mente duas justificativas, ou elas são tão fúteis a ponto de só pensar no que os outros vão pensar, ou não tem conteúdo suficiente para agradar os que têm conteúdo.
Não tenho certeza se existe algum garoto bonito, sarado, simpático, inteligente e com todos aqueles adjetivos que nos fazemn delirar só de imaginar, mas SE existir, com certeza será um garoto exigente, e que não se contenta com garotas superficiais.
É por isso que eu me empenho, cada dia tentando me preocupar menos com corpo, roupas, nessa ditadura de moda e beleza. E eu não falo de deixar de ser vaidosa, mas ser mais natural, porque é preciso ser interessante, agradável, bem cuidada, espontânea, pra manter um relacionamento saudável, e quando me refiro a relacionamento, vai além de um romance, um amigo (tá ele é bem mais que um amigo) me disse uma vez "Sem amizade não há nada além de amizade."

Não, eu não tenho um namorado, não estou apaixonada e não acredito em contos de fada.

6 comentários:

  1. Também não idealizo mais um cara bonitão.Umas amigas minhas sempre criticam os caras que acho bonitos,mas elas não entendem que beleza não é tudo.

    Também gostei daqui,e obrigada pela visitinha :)

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. obrigado por ir lá e escutar as bandas?? gostou de algma que tu não conhecias??
    essa semana vem a segunda parte do top 20...=)

    mas em relação ao seu post eu penso do mesmo jeito
    porque as pessoas dão tão valor a embalagam??? elas deixam de conhecer e de ter ao seu lado maravilhosas pessoas só por causa de aparência

    =*

    ResponderExcluir
  3. Ah, uma garota coerente!
    Garotas e caras lindos são temporários, se a intenção é passar a vida com eles. Pois um dia as pessoas envelhecem, ficam carecas, gordas, com rugas, estrias etc e o conteúdo é a única coisa que vai manter o amor aceso.
    Já se o seu interesse é apenas passageiro, eu recomendaria ficar com os mais bonitos(as) mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Ah, adorei a foto e o nome do blog!

    ResponderExcluir
  5. Oi! Valeu eplo comentário, desculpa pela demora... é que a net tá dando uns probleminhas básicos e extremamente chatos ;/

    Adorei aqui!
    To indo, tenho que postar alguma coisa por lá..
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Li da escritora Martha Medeiro algo muito apropriado com o que você escreve. Ela dizia que o dia que a juventude perceber que não irá encontrar seus ídolos para namorar e casar, será uma frustração só. Ou seja, o menino não vai namorar Giselle Budchen, e a menina não irá namorar o Leonardo DiCaprio. E se continuarem procurando isso, vão encontrar apenas a frustração. Até porque, são poucas as pessoas que atendem aos rigorosos padrões de beleza e sofisticação que a mídia nos transborda.

    ResponderExcluir